sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Arco lilás - bela glicinia







Desperta ! Chega de ficar escondida...não dorme tanto. Procura sentir a mudança de estação...há um clima suave e novo abrindo espaço ao teu redor, deixando o ar mais nobre, perfumado e rômântico. É primavera!
Eu não estava falando “com meus botões”, a conversa era com minha glicínia. Se bem que não é só minha, pois quem mais cuidou foi o Bello, meu marido.
Pedi tando e com tanta frequência e intimidade que ela,a glicínia,resolveu em um belo dia ,mostrar timidamente seus graciosos cachos repletos de botões. Agora está toda florida. Se vestiu de lilás, forrando um arco e assim ornamentando o jardim.
As glicínias são da família das Leguminosas, a das ervilhas ou feijões. A semente dá em uma vagem e são tóxicas. A reprodução pode ser por sementes ou mergulhia.
Existem glicínia nas cores azul, rosa, roxas , violeta e branca. A flor é perfumada e muito apreciada pelas abelhas, sendo assim valiosa para os apicultores.
Como trepadeira, tem que ter um tutor, mas dependendo da poda pode ficar um arbusto. Dá também para cultivar como bonsai. A poda deve ser feita dois meses após a floração ou efetuada duas vezes por ano, no inverno e a segunda no verão.
Temos:
Wisteria floribunda ou multijuga: nativa do Japão. Tem os cachos mais longos e em menor quantidade do que a originária da China.
Wistoria sinensis; Da China
Wisteria frutescens: Americana. Tem os cachos pequeninos e as flores só dão em brotos novos.
Wisteria macrostachy ou Kentucky: é cultivada no sudoeste dos Estados Unidos.
Os Gregos e os Romanos usavam glicínias para que o amor conjugal fosse duradouro. Ao presentear, tem o significado de ternura, amizade

Classificação:
Divisão:
Magnoliophyta

Classe:
Magnoliopsida

Ordem:
Fabales

Família:
Fabaceae

Género:
Wisteria

Um comentário:

  1. Vale a pena esperar um ano...Tota pulchra esta glicinia!

    ResponderExcluir

mariaterezabedin2016@gmail.com